domingo, 29 de janeiro de 2017

Assaltante de banco liberado para teste da PMMA reprova na corrida


O assaltante de banco Luís Carlos Rodrigues de Oliveira reprovou hoje (29) no Teste de Aptidão Física  (TAF) a que se submeteu para tentar entrar na polícia Militar do Maranhão.

Ele fez o teste de calça, para esconder a tornozelira com a qual deixou o presídio exclusivamente para fazer a prova. Mas ficou fora após não conseguir atingir o tempo máximo na corrida – ainda estamos apurando como ele se saiu na barra fixa e nos abdominais.

O criminoso é detento do sistema penitenciário do Piauí, onde está desde que participou de um assalto na região do município de José de Freitas. 

Preso em dezembro, na semana passada ele teve a saída autorizada, por meio de uma liminar, pelo juiz Lirton Nogueira para prestar a prova física do concurso da PM (reveja aqui).

Agora reprovado, voltará para a cadeia.

Gilberto Léda.

3 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk olha ai, o lugar dele é na cadeia mesmo!

    ResponderExcluir
  2. Eu não estou acreditando.Parece que é piada,mas no nosso Brasil vale tudo.

    ResponderExcluir
  3. por isso que a justiça está cada vez sem credibilidade. as leis feitas por incompetentes só estão favorecendo bandidos. como seria esse rapaz vestido a farda da briosa ?

    ResponderExcluir