PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

segunda-feira, 22 de junho de 2015

A “dor de cotovelo” de Alcione, a “Marrom”…


Acostumada a faturar alto nos governos do grupo Sarney, durante períodos festivos como o junino, por exemplo, a cantora Alcione (A “Marrom”) não entrou, este ano, na programação do São João oficial. Segundo informações, um edital para artistas foi aberto pelo  governo Flávio Dino e só foram incluídos os que se interessaram. Ela nem se movimentou para participar. Na noite de sábado (20), em show onde foi cobrado o ingresso de R$ 20,00, no Arraial da Cidade, na Cohama, a artista expressou um pouco de sua “dor de cotovelo” política.
Na nova gestão do governo,  artista tem que se dispor a procurar edital, concorrer e se habilitar para participar dos eventos oficiais.  Muito diferente do que acontecia nos governos do grupo Sarney.
Durante o show, a “Marrom” destacou o senador Roberto Rocha (PSB) e os vereadores Astro de Ogum (PMN) e Roberto Júnior (PSB) pela realização do Arraial da Cidade, que a contratou para apresentação,  mas foi um tanto indelicada com os três quando fez o seguinte comentário em relação à ex-governadora Roseana Sarney (PMDB): “Quem gosta de festa junina mesmo é Roseana e é por isso que eu gosto dela”, frisou ao expressar uma certa “dor de cotovelo” no aspecto político.
Em seu perfil do Instagram (rede social), Alcione se despediu do São João maranhense, mencionando a forma como os políticos, idealizadores do Arraial da Cidade, tratam a “nossa cultura”.
Em tempo, muitos dos que foram ao Arraial da Cidade, na noite de sábado (20), foram surpreendidos pelo fato de terem que pagar para entrar em um espaço junino que, em São Luís, é sempre gratuito. Quando cheguei, observei um bom número de pessoas estacionadas na entrada, sem poder pagar o ingresso (já que levam família), e outros voltando para casa por conta do valor cobrado.
No arraial, deparei-me com uma fã de Alcione, que pediu para o seu nome não ser mencionado, que chegou desde as 16h para tentar uma foto com a “Marrom”, mas que teria sido destratada por uma irmã da cantora que também participa dos shows.
No mais, gostei da criatividade do Arraial da Cidade com seu rico cenário de símbolos da cultura maranhense, suas esculturas infantis mescladas à nossa festa junina. Bem diferente! Amei!
Viajei no túnel do tempo, virei criança e tirei fotos com o “Incrível Hulk”, o “He Man”, pato Donalds, Três Porquinhos, Cinderela, etc em um espaço muito bem bolado e mesclado ao nosso folclore. Fiz questão de postar as imagens no meus perfis do Facebook e Instagram.

Nenhum comentário:

Postar um comentário