quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

GOVERNO: Servidores públicos revoltados com Flávio Dino por corte em gratificação...


Há uma revolta silenciosa, por assim dizer, no seio do servidores públicos estaduais. Ocorre o seguinte.

Por anos, os “barnabés” têm direito a um abono de 20% sobre suas renumerações, que em média gira em torno de pouco mais de R$ 300,00.

Agora os servidores efetivos terão que procurar a Empresa Maranhense de Administração de Recursos Humanos e Negócios Públicos – EMARHP, caso não queiram que governo dê uma “garfada” no contracheque deles.

O curioso é que o governador Flávio Dino e o seu PCdoB criticam o valor do salário mínimo anunciado pelo governo Jair Bolsonaro, mas se acham no direito de “surrupiar” uma gratificação que dá um reforço no defasado ordenado do funcionalismo público estadual, conforme comentário de um servidor enviado, via WhatsApp, para o Blog do Robert Lobato:

“É meu caro Robert Lobato, contamos com divulgação do blog do amigo sobre a tentativa do Flávio Dino de tirar 20% dos nossos já míseros salários, se comparados com o dele e dos valores que ele surrupiou do FEPA” [Fundo Estadual de Pensão e Aposentadoria].

Vale ressaltar que o referido abono tem base numa decisão judicial, mas, como sabe-se, o governo comunista não gosta de cumprir decisões da Justiça e até decreto já foi publicado sobre a questão (veja aqui).

Pelo que o Blog do Robert Lobato apurou, a “maldade” sobre a gratificação dos servidores estaduais é obra do secretário Rodrigo Lago (Transparência e Controle).

E assim começa 2019 para o funcionalismo estadual.

Do Robert Lobato.

3 comentários:

  1. Quem estão revoltados são os funcionários da educação, Edvan deixou o Natal e ano novo sem dinheiro. Esse liso não está rendendo nada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas o Vanilson não tá podendo falar de Bacabal... Deve tá morando em outra cidade.

      Excluir
  2. http://www.blogdosergiomatias.com.br/2018/12/flavio-dino-e-o-governador-que-mais.html?m=1

    ResponderExcluir