PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

sexta-feira, 22 de junho de 2018

Bloqueio de contas da prefeitura de Bacabal impede que Jaime Rocha e Patrícia Flávia Braga Vieira Lins continuem a saquear as contas do município; e garante o pagamento dos servidores municipais

Edvan Brandão, por enquanto ainda vereador, dentro de alguns dias prefeito de Bacabal.

Do Blog do Abel Carvalho.

O presidente da câmara, vereador Edvan Brandão (PSC) oficiou ao Ministério Público Estadual, no município, e a gerências do Banco do Brasil (BB) e da Caixa Econômica Federal (CEF) na cidade, comunicando a decisão unânime do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que revogou a liminar que manteve interinamente no cargo por cerca de 1 ano de 6 meses ao pecuarista José Vieira Lins como prefeito de Bacabal.

O efeito da comunicação feita pelo presidente do poder legislativo foi o bloqueio das senhas das contas que o par Jaime Rocha e Patrícia Flávia Braga Vieira Lins usavam para controlar as finanças do município em nome do agora ex-prefeito.


Brandão tomou a medida na condição de substituto legal do cargo, uma vez que com o indeferimento do nome de José Vieira na sua tentativa de se registrar candidato, a sua chapa caiu por completo, atingindo, também o vice-prefeito interino, advogado Florêncio Neto.


Edvan Brandão de Farias não tomou a decisão sozinho. Ouviu seus 08 colegas de câmara, os mesmos que nele votaram para a presidência da Casa e formam a bancada de oposição ao governo do prefeito cassado, sendo que todos concordaram com a medida adotada, e, teve o aval do deputado estadual Roberto Costa, do deputado federal João Marcelo Souza e do senador da República João Alberto Souza, todos do MDB.


O virtual prefeito do município de Bacabal explica a adoção da medida, que ele mesmo considera extrema, como a única forma de evitar a sangria que as contas da prefeitura vinham sofrendo por parte dos seus atuais controladores financeiros, Jaime Rocha e Patrícia Flávia Braga Vieira Lins, para evitar que essas contas fossem zeradas, com o saque de todos os seus valores, e, para garantir o pagamento do funcionalismo público municipal tão logo assuma o cargo de prefeito, fato que deve acontecer nos próximos dias.