PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

quarta-feira, 27 de junho de 2018

EDITORIAL: População espera que Edvan Brandão seja um bom prefeito para Bacabal; enquanto o grupo de Zé Vieira tentam colocar nele, a culpa de seus fracassos...


Depois de um ano e quase seis meses de mandato da gestão de “ordem e respeito”, comandada por Patrícia Vieira e Jaime Rocha, apesar do "prefeito" ser Zé Vieira (PP), o município de Bacabal irá ter outras eleições municipais, a chamada eleição suplementar.

A decisão foi determinada no último dia (19), pelo ministro e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luiz Fux.

Desde que tomaram conhecimento da decisão de Fux, acompanhada por unanimidade pelos outros ministros do TSE, a oligarquia que compunha a ex-gestão “Vieira”, entraram em um verdadeiro desespero.

Foram ligações ‘para cá e pra lá’, reuniões realizadas as pressas, discussões dentro do próprio grupo que tem Vieira, o antigo “osso duro de roer” como líder máximo, mas, que, atualmente já não manda mais em nada, ou seja, usam seu nome, e usaram para se darem bem na eleição de 2016.

Mudando de assunto.

Apesar de alguns funcionários, aqueles mais chegados da gestão cassada reclamarem, usarem as redes sociais para dizer que a decisão tomada pelo TSE foi errada e que Zé Vieira é honesto, esquecem que a Justiça diz claramente que o mesmo é Ficha Suja.

Esperança de dias melhores.

Depois da determinação do TSE em cassar os mandatos de Vieira e Florêncio Neto, as atenções se voltaram para Edvan Brandão (PSC), vereador e atual presidente da Câmara Municipal de Bacabal, que exerce seu segundo mandato como parlamentar. Brandão é de origem humilde, e representa a região do Povoado Bela Vista e comunidades adjacentes da baixada.

Como a chapa majoritária foi cassada, o próximo na sucessão de governo municipal é Edvan Brandão, que conta com apoio irrestrito dos outros oito vereadores que formavam oposição ao ex-governo do triunvirato (Leia aqui). Além do apoio do Deputado Estadual Roberto Costa (MDB), do Senador João Alberto (MDB) e do Deputado Federal João Marcelo (MDB).

Medida tomada por Brandão antes de ser empossado prefeito interino já pensando no bem da população.

O novo prefeito oficializou e comunicou ao Ministério Público Estadual, e as gerências do Banco do Brasil (BB) e da Caixa Econômica Federal (CEF), a decisão tomada pelo Tribunal Superior Eleitoral, que revogou a liminar que manteve Zé Vieira interinamente no cargo de prefeito por quase um ano e seis meses.

Com a comunicação, o resultado foi o bloqueio das senhas das contas da prefeitura, contas que eram movimentadas por Patrícia Vieira e Jaime Rocha, (Leia aqui no Blog do Jornalista Abel Carvalho).

Segundo o vereador que dentro de alguns dias se tornará prefeito, à medida que ele mesmo considera extrema é em prol do benefício do povo, porque somente assim, poderia evitar o que considerou a sangria que as contas da prefeitura vinham sofrendo através dos verdadeiros controladores financeiros, Patrícia Vieira e Jaime Rocha, (releia).

Com isso, Brandão espera efetuar o pagamento do funcionalismo público municipal, assim que for empossado prefeito da cidade.

EM TEMPO: É a esperança de dias melhores para a população bacabalense, muitos desejam boas-vindas e boa sorte ao novo gestor interino, e outros tantos dizem que ele não fará uma boa administração mesmo que em pouco tempo.

É aguardar...

Redação/Vanilson Rabelo.