PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

quinta-feira, 19 de abril de 2018

ABSURDO: Sem veículo, sem materiais para o serviço e nem água para beber: assim que a prefeitura de Bacabal trata os profissionais do Conselho Tutelar Polo 2, o qual o órgão é vinculado administrativamente

Conselheiras tutelares de "mãos atadas" e braços cruzados.

Dentre os vários absurdos que rodeiam e fazem parte da caótica administração do governo de “ordem e respeito”, apareceu mais um, e novamente, envolve o Conselho Tutelar Polo 2 de Bacabal.

Vale lembrar que os problemas não são de agora, mas desde 2016, onde até de forma judicial a classe tenta conseguir as melhorias para exercerem seus trabalhos com maior eficiência.

A denúncia foi mostrada através de uma entrevista coletiva concedida as emissoras de TV de Bacabal, TV Difusora, e TV Nova Esperança, e postada em primeira mão pelo Blog do Wanderson Ricardo.


De acordo com as conselheiras tutelares, falta desde o material de serviço administrativo, água e estão também sem o veículo para acompanhar os casos que chegam aquele órgão.


Leia reportagem completa do Blog do Wanderson Ricardo clicando (aqui).

Mais uma vez, a atual administração que vive em um mundo fictício de “ações em benefício do povo”, mostra sua incapacidade de lidar com a coisa pública.

Fotos/TV Difusora de Bacabal

Redação/Vanilson Rabelo.