PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

quinta-feira, 3 de maio de 2018

Incompetência da prefeitura deixa moradores do bairro Setúbal revoltados: “Zé Vieira coitado, eu trabalhei com Zé Vieira mais de 20 anos, hoje em dia tá velho, tá sendo dominado pelos outros que não querem nada com Bacabal” diz morador

Ruas de Bacabal em situação de calamidade; foto reprodução/TV Difusora.

A falta de compromisso com a população por parte do governo de “ordem e respeito” está deixando os bacabalenses revoltados com os verdadeiros absurdos que enfrentam todos os dias.

Felizmente, através das redes sociais, a internet, é um dos campos para se descobrir o que é encoberto e/ou maquiado pela equipe do 1º escalão da prefeitura. Emissoras de TV, Blogs, e Rádios, as que não são alinhadas a prefeitura de Bacabal são as que mostram todos os dias estes descasos. 

Reclamações por falta de remédios em Unidades Básicas de Saúde, atendimentos mal feitos no Hospital Geral de Bacabal (HGB), morte de bebês no Materno Infantil, e uma das principais entre muitas, a falta de infraestrutura nos bairros do município, e a falta de assistência da prefeitura que não dá sequer uma satisfação aos moradores.

A reportagem a seguir foi produzida pelo repórter Ray Lima, da TV Difusora de Bacabal. Durante as entrevistas, os moradores demonstram estarem revoltados com a prefeitura, chegam a citar nomes, entre eles, Patrícia Vieira, Jaime Rocha, e os Florêncios [pai e filho], entre outros, como do prefeito interino Zé Vieira (PP).

Um dos entrevistados diz que já chegou a trabalhar com Zé Vieira durante mais de 20 anos, e que naquela época ele trabalhava mesmo, hoje no auge dos mais de 80 anos de idade, já não é mais o mesmo, e segundo ele, o prefeito interino é dominado por outras pessoas que não querem nada com o progresso de Bacabal.

Veja a reportagem completa no vídeo abaixo;


Pelo visto não adianta muito as pessoas que recebem e bem, tentarem enganar o povo, o povo já sabe de tudo, e até os que votaram em Zé Vieira na eleição de 2016, já estão arrependidos.

Redação/Vanilson Rabelo.