PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

terça-feira, 24 de abril de 2018

BACABAL: Sem asfalto, ruas do município se transformam em enormes ‘lagoas’

Internauta usa rede social para mostrar abandono das ruas do bairro Mangueira.

Quem mora no bairro Mangueira em Bacabal está precisando fazer um verdadeiro ‘rally’ para sair da própria casa.

De acordo com os moradores, vários trechos da Rua Principal do bairro estão completamente alagados, e, quando chove muito, nem os carros conseguem passar pelos ‘rios’ que se formam.

O Blog do Vanilson Rabelo foi informado que os problemas enfrentados pela comunidade não são recentes. Porém, a reclamação da comunidade é uma só, “onde está o asfalto que nos prometeram em campanha e até agora nada”? Indagou um morador.

Os pedestres e os motociclistas já não conseguem mais andar por aqui, e quando chove muito, nem carro passa. Além disso, a água não some de uma hora para a outra, demora uns 10 dias ou mais sem chuvas, para secar totalmente.” Lamentou outro morador.

Como sempre, o Blog do Vanilson Rabelo foi procurado por moradores que se sentem prejudicados pelo descaso por parte da prefeitura, em relatos repassados a nossa reportagem, - fomos informados de que, ainda durante o último verão, vários moradores foram até a Secretaria Municipal de Obras, e pediram para que a prefeitura pelo menos enviassem uma máquina para raspar e colocar uma nova camada de piçarra, o que nunca aconteceu desde 2017.

A máquina até foi perto dos estragos, mas quando viram, voltaram para trás e fingiram que não havia buraco nenhum”.

Cansados de esperar pelas promessas da prefeitura, alguns dos moradores revoltados com o abandono registraram o caso e expuseram nas redes sociais, para que através disso, chamem a atenção das autoridades.



EM TEMPO: A reportagem do Blog do Vanilson Rabelo manteve contato com a prefeitura de Bacabal em busca de respostas e uma solução para os moradores do bairro Mangueira. Fomos informados que em razão das chuvas constantes, a Secretaria Municipal de Obras e Urbanismo, não está informando com antecedência seu cronograma de trabalho e, especificamente nas regiões sem asfalto, só há condições de melhorar as vias, quando o período de chuvas mais intensas diminuírem.

Redação/Vanilson Rabelo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário