PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

sábado, 7 de abril de 2018

BACABAL: Entenda as cobranças feitas pela população: em mais de 1 ano e 03 meses de governo, sequer 30% das promessas foram cumpridas mesmo entrando “rios de dinheiro” nos cofres da prefeitura

Somente no primeiro ano de mandato do prefeito afastado Zé Vieira, 2017, a prefeitura recebeu mais de R$ 170 milhões de reais. 

Diariamente observamos através de grupos do aplicativo Whatsapp, ou mesmo através do Facebook, emissoras de TV e rádio, as cobranças feitas pela população à prefeitura municipal de Bacabal, que, como tenho dito em outras oportunidades, até o momento ninguém sabe ao certo quem é que tem o poder da caneta na mão.

Entenda melhor.

Zé Vieira foi afastado no último dia 05 de janeiro deste ano (2018), de lá para cá, as esperanças da população se voltaram para o vice-prefeito, o jovem político Florêncio Neto (PHS), que, como todos são sabedores, ainda esboçou reações e resolveu trabalhar. Entretanto, observando que os trabalhos poderiam ameaçar o grupo de Vieira, o grupo do prefeito afastado resolveu partir para cima, automaticamente ofuscaram o brilho de Florêncio Neto, que ficou sendo somente um coadjuvante, ou seja, exercendo seu papel secundário na hierarquia da prefeitura.

Mesmo afastado Zé Vieira continua a mandar na prefeitura, Florêncio Neto ainda como vice-prefeito.

Promessas eleitorais de campanha em 2016 que nunca se concretizaram, pelo menos 30% delas.

Os bacabalenses lembram bem das promessas de campanha do prefeito afastado José Vieira Lins (PP) e seu grupo. Uma das principais delas, era que em pouco tempo as ruas de bairros de Bacabal seriam completamente asfaltadas. O que vemos atualmente é a mais caótica e triste situação das ruas, dos bairros, das comunidades inteiras vivendo num completo e absoluto abandono por parte da administração de Vieira. Que ao que parece, não leva ao pé da letra o slogan de governo, “ordem e respeito”, que até fica bonito nos informes e matérias do município que não passa de uma “maquiagem” para esconder o que de fato é a realidade.


Mesmo assinando contratos e mais contratos, o SAAE não oferece um bom serviço à população de Bacabal.

90% dos bairros de Bacabal encontram-se em situação alarmante, prefeitura nada faz para melhorar as vias.

Já se passaram mais de um ano e três meses de governo de “ordem e respeito”, que até o presente momento vem respeitando sim, mas somente os que são do 1º escalão da prefeitura de Bacabal, além-claro, dos cargos de confiança, os chamados comissionados.


Eleição suplementar em Bacabal.

A comunidade como um todo, espera ansiosa uma possível eleição suplementar que poderá acontecer ainda este ano de 2018 em Bacabal, essa definição, depende tão somente do julgamento do caso Vieira, que já entrou e saiu várias vezes da pauta no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), entretanto, alguém sempre pede vista no processo.


Enquanto a população bacabalense sofre, os que hoje fazem parte do 1º escalão da prefeitura, [que fique claro que não são todos] sorriem e acham graça do que mostram e falam os membros de oposição. Inclusive, sem o mínimo de senso moral e ético, usam até mesmo de deboches, e acabam repetindo o que mais lhes convém, que se trata de “perseguição”.

Redação/Vanilson Rabelo.

3 comentários:

  1. VANILSON BACABAL É SIM CIDADE DE ORDEM E RESPEITO, ISSO AI É INTRIGUA DE VCS DA OPOSIÇÃO QUE NÃO QUEREM DEIXAR NOSSO PREFEITO TRABALHAR VAI CASSAR O QUE FAZER

    ResponderExcluir
  2. Rindo até o ano de 3200 com essa piada desse babão, mostre Vanilson as coisas erradas isso que queremos saber

    ResponderExcluir
  3. Bacabal quem tem sorte é os que babão. Sorte não, afinal eles babão pra ganhar uma mixaria. Temos que eleger pessoas compromissadas com o povo.

    ResponderExcluir