sexta-feira, 2 de novembro de 2018

LAGO VERDE-MA: Revoltados, pais e mães de alunos exigem que o prefeito Dr. Francisco Clidenor pague os 4 meses de salários atrasados dos professores; alunos do povoado Campo Achado estão sendo prejudicados com a Escola fechada...



A irresponsabilidade patrocinada pela atual gestão vem causando revolta em vários pais e mães de alunos que estudam na Escola Santa Joana, localizada no Povoado Campo Achado, município de Lago Verde.

A comunidade de Campo Achado se sente muita rebaixada, lá tem é humanos né bicho bruto não, nossos filhos estudam no Campo Achado  e tem direito da educação. Professores não estão sendo pagos, paga um mês pra um, um mês pra outro”, disse uma mãe de aluno inconformada.

A manifestação foi realizada na manhã de ontem (01), na casa do próprio prefeito Francisco Clidenor (PPS), na Rua 13 de maio, Centro da cidade de Lago Verde.

Vale lembrar que o prefeito Francisco Clidenor Ferreira do Nascimento, foi eleito em 2016 pela coligação “Renovação com o Povo”, hoje, muitos se perguntam; que renovação é essa? Do atraso de salários?

As informações repassadas pela população são de que a Escola Santa Joana, do povoado Campo Achado está fechada há pouco mais de um mês. De acordo com a comunidade, os professores da escola, estão há quatro (4) meses sem receber seus salários.

Segundo o lavrador e pai de aluno, Senhor Antonio, os professores estão há 4 meses sem receber seus vencimentos, e também falta estrutura adequada na unidade de ensino.



Primeiro lugar os professores estão há quatro meses que não recebe os salários, a escola do Campo Achado tá com um mês fechada. Não tem água, não tem colégio não tem nada, tudo fechado. Nós estamos pedindo que ele pague, nosso filhos vão ficar sem estudar? O final do ano tá chegando, vão repetir a mesma serie? Não pode. E queremos a estrada também que não tem a estrada. Água pior também, vai chegar o inverno uma mãe de família adoece tem que tirar na rede pra fora, chegar na estrada já tá morta. Não tem saúde não tem nada. Rapaz é uma falta de respeito muito grande de um prefeito desse”, disse.


A dona de casa Lucilene Gomes, revoltada disse que os alunos;


são seres humanos e não bicho bruto. Quando ele andava pedindo voto todo mundo colocava cadeiras nas portas pra ele sentar, isso é uma falta de respeito muito grande, porque ele não faz o que garantiu pra todo mundo? O que que ele faz com esse dinheiro que vem pra população? Eu dou razão pros professores porque ninguém vai trabalhar de graça não, é os empregos deles. O recado que eu deixo pra Dr. Francisco [Prefeito Municipal] é que ele honre a palavra que ele deu no Campo Achado, que ele seja homem e não um mentiroso”.  

Dona Terezinha de Jesus explicou que a que a situação é precária, tanto na educação como na infraestrutura do município.



A educação está precária, não tem professor e nós lutamos pelo bem estar de nossas crianças, nós queremos estrada e não temos água encanada e poucas pessoas tem. E isso é uma falta de vergonha”.

Ela denuncia ainda que para não pagar os atrasados, algumas professoras foram retiradas e outras entraram no lugar.

Lá tem professoras que ensinaram três meses, o prefeito tirou e colocou outras no lugar. Isso é certo? Isso é uma vergonha para o prefeito. Já passou muitos prefeitos em nosso município, mais hoje ele tá sendo o pior de nossa cidade”, concluiu a dona de casa Terezinha de Jesus.

Algumas horas e somente depois de uma equipe de reportagem de televisão local, TV Lago Verde chegar ao local e fazer algumas entrevistas, foi que os pais e mães foram recebidos por asseclas do gestor, no qual relataram que o mesmo não se encontrava na residência, e que na próxima terça-feira (06/11), irão pagar apenas um mês de salários atrasados. Acompanhe a reportagem da TV Lago Verde, produzida pelo repórter e apresentador Dyaconon Sousa



As famílias disseram que irão continuar com as reivindicações até serem atendidas pelo prefeito municipal.

Redação/Vanilson Rabelo.