quarta-feira, 28 de novembro de 2018

PLANTÃO 190: Homem é baleado pela Polícia logo após ser confundido com assaltantes que aterrorizaram Bacabal; vítima é Agente Penitenciário...



A Polícia Militar e Polícia Civil, continua na caça aos integrantes do bando que na noite do último domingo (25), aterrorizaram Bacabal, e numa ação ousada e bem planejada, levaram cerca de R$ 100 milhões de reais, no assalto ao Banco do Brasil.

As polícias estão concentradas na região de Lago da Pedra, onde informações de que os criminosos possivelmente estejam na região de mata nas proximidades do município.

Um agente penitenciário, identificado pela reportagem do Blog do Vanilson Rabelo como; Glauber, foi atingido com um disparo, quando não parou em uma barreira que estava sendo feita.

De acordo com relatos de um GCM, o agente trabalha no município de Pedreiras, e também como contador de um empresário de Lago da Pedra, no momento que foi atingido, não obedeceu a ordem de parada dos policiais.

Entenda.

Glauber, estava retornando de Bacabal sentido à Lago da Pedra  quando observou policiais armados em meio a estrada,  porém, os policiais não estavam fardados e muito menos se identificaram no momento em que pediram para Glauber parar. As informações são de que a viatura descaracterizada é uma Amarock, Glauber disse que por estar armado e ser agente penitenciário, pensou se tratar de assaltantes.

Após ser atingido, e com a aproximação dos Policiais, Glauber se identificou, e em seguida foi encaminhado ao Hospital, ele atingido por um disparo.

Redação/Vanilson Rabelo.

3 comentários:

  1. Como que o cara ia parar? Se eles estavam apaisando? Então ele pensou que era os bandidos

    ResponderExcluir
  2. Esses operações estão muitos mal programadas. Polícia tem q está fardada e com carro caracterizado.
    Se eles tivessem matado o trabalhador.

    ResponderExcluir
  3. Ações desastrosas como está colocam em risco a vida das pessoas de bem !!!

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do editor do Blog do Vanilson Rabelo. Ficando responsabilizado (a), quem o escreveu.